expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

[Resenha] Eu, Meu Cachorro e Meus Pais Separados - Leticia Sardenberg


Oi gente, tudo bem?

Livros nacionais inundaram o meu ano e nada mais justo do que, nessa "reta final de 2017" ir terminando com eles né? Autores nacionais me fizeram suspirar, rir e apaixonar esse ano... e eu só sou capaz de agradecer 


Eu, meu cachorro e meus pais separadosFazer quinze anos não é o mesmo que atingir a maioridade – óbvio –, mas, de certa forma, alcancei um pouco mais de autonomia em minha vida. (Traduzindo: minha mãe não consegue mais se meter tanto no que eu faço ou deixo de fazer; ela acabou perdendo um pouco do seu poder sobre mim e isso já é a glória). Eu sei que ainda não conquistei a minha tão sonhada liberdade, mas digamos que subi um degrau em sua direção. 
É assim que começa a história de Eu, meu cachorro e meus pais separados, um texto bem humorado e sensível, que traduz o pensamento de muitos jovens que se veem na mesma situação de Ariane, que um dia resolve ir morar na casa do pai, com direito a nova esposa esperando um bebê. Ela e Rufus, seu fiel companheiro de quatro patas. Quer saber o que vai acontecer com Ariane e Rufus? Quer descobrir como seus pais fizeram para lidar com essa situação e como é complicado crescer? Embarque nessa deliciosa história e divirta-se!
Skoob || Onde Comprar? || Facebook da Autora


Livro Cedido e Parceria com a Autora


Se eu fosse descrever esse livro com apenas uma palavra com certeza eu escolheria "leve". A escrita, o ritmo... tudo é carregado de uma leveza jovial, o que o torna aquele tipo de leitura para "desestressar" de qualquer leitura tensa/intensa que você tenha embarcado ultimamente. Reconheci nesse livro até mesmo toda a energia positiva que a própria autora passa em uma simples conversa no messenger; o que só reforça a teoria de que um livro é sempre um pedaço (uma das melhores partes *-*) do seu autor!

Entramos na vida da personagem Ariane em um momento de total mudança; não só ela está prestes a fazer quinze anos, como também acaba de tomar a decisão de ir morar com seu pai e sua madrasta grávida - um giro de 360° na vida de qualquer um não é mesmo? Com bom humor, leveza e - ás vezes - uma dose de drama característico da idade, sentimos a todo momento que estamos lendo o diário dela e tomando parte dessa travessia tão confusa e complexa que é migrar de adolescente para uma jovem responsável.


Minha primeira experiência com a escrita da Lê foi com seu livro Lágrimas Agrestes que desperta sentimentos completamente opostos a esse - enquanto ele nos faz participar de todas as angústias, tristezas e alegrias de uma garotinha do sertão, Eu, meu Cachorro e Meus Pais Separados nos traz toda a despreocupação e leveza de um livro juvenil.  Cheio de recadinhos na letra da própria Ariane, desenhos e todos os tipos de rabiscos que normalmente nós fizemos em nossos próprios cadernos de escola e, embora a autora não se aprofunde nos sentimentos ou dramas da personagem, de certa forma nos aproximamos e nos divertimos com ela.

Engraçado, jovem e com uma escrita leve e rápida, a leitura de Eu, Meu Cachorro e Meus Pais Separados me trouxe aquele sentimento bom dos livros da minha época de escola que, sem aqueles dramas pelos quais tenho me apaixonado nos livros atuais, só nos traz bons sentimentos!

Mais do que indicado, claro! E quero agradecer demais por toda a confiança e carinho de sempre Lê! 

Um comentário:

  1. Que amor de resenha, Dayane! Estou muito, muito feliz por você ter gostado da história e se encantado com Ariane! Agradeço de todo coração por sua parceria linda, por ter lido meu livro com tanto carinho e por ter me dado este presente, que é sua resenha.
    Beijos e abraços! E um 2018 de muita saúde e realizações!
    Leticia Sardenberg

    ResponderExcluir

Adoro comentários, então dê sua opinião e eu respondo aqui mesmo,certo?
E ah, claro, deixe o link do seu blog que eu vou retribuir a visita com todo o carinho ♥